Modais de transporte: o que são?

Modais de transporte: o que são?

Na área do comércio, a empresa com a capacidade de transportar frete da maneira mais econômica e em menor tempo possível é a que mais se destaca no setor. Por isso, entender os modais logísticos e escolher adequadamente é um fator determinante.

Conhecer os sentidos exatos por trás de cada um dos meios, também chamados de modais de transporte, pode ajudar a verificar qual é o ideal para o seu segmento de negócio. O modal de transporte, em linha geral, destina-se a alocar objetos e recursos do ponto básico para outros, integrando a operação logística.

Quais são os tipos de modais de transporte?

O primeiro e mais comum é o transporte por terra: rodoviário ou ferroviário. Os veículos mais utilizados são caminhões, trens, carros, bicicletas, etc.

Os trens são capazes de absorver a carga em grandes quantidades e é por isso que são econômicos e inteligentes em termos de energia, além de eficazes para longas distâncias. Por outro lado, caminhões e carros geralmente são usados ​​para viagens mais curtas ou de entrega expressa, as quais, geralmente, levam um ou mais dias para chegar ao cliente.

Mas existem novas formas de modais de transporte!

As empresas de aplicativo de crowdshipping trouxeram uma alternativa para muitas companhias. Nos dias atuais, os carros podem fazer essa ponte de transportar seu serviço e, até mesmo, produto. Sua maior vantagem é a rapidez. No entanto, não é uma boa alternativa para transporte de grandes cargas de uma vez. A bicicleta mais ainda, funciona para pacotes menores e em curtas distâncias. Sua maior vantagem é ser um transporte ecológico.

Já o transporte rodoviário, o mais utilizado no Brasil, sofre influências externas, como clima, trânsito e as regulamentações de localidades para localidades. Além dessas, no atual ambiente de expedição, tornou-se cada vez mais difícil encontrar motoristas de caminhão. Essa falta de capacidade levou a um aumento no transporte intermodal, que é a utilização de mais de um meio de transporte na entrega de uma carga. 

O transporte ferroviário é usado mais exclusivamente para as cargas maiores e mais pesadas (carga a granel), que viajam por terra.

Além desses modais logísticos, quais são as outras opções?

Hidroviário: O modal hidroviário também pode transportar um grande volume de carga, por longas distâncias, mas por um período mais longo de tempo. Suas maiores desvantagens são o custo elevado e a burocracia para documentação de desembaraço de cargas.

Aéreo: O transporte aéreo é um modal que tem como principal vantagem a rapidez, segurança e praticidade. É a melhor opção para produtos que exijam um transporte rápido, como por exemplo, produtos eletrônicos. As maiores desvantagens são: o alto investimento em infraestrutura e limitação da capacidade de mercadorias.

Por que saber tudo isso?

Para definir qual estratégia logística é a ideal para a sua empresa. A operação logística implica em um monitoramento de transportes, acompanhamento de indicadores de desempenho, gestão de estoques e aluguel de galpões, por exemplo.

Ter uma operação logística estratégica significa deixar de ser completamente voltado para as rotinas operacionais e passar a ser direcionado, também, para a otimização dos processos e aprimoramento dos resultados. 

A ideia é usar a tecnologia e o planejamento para organizar os processos, dar mais visibilidade a todos de quais são as etapas cumpridas, enxergar possíveis falhas no processo e agir para melhorá-las. Assim, há um ganho de agilidade também para contornar os problemas, como mercadorias roubadas ou veículos quebrados.

O sistema de gerenciamento de transporte (TMS) é uma ótima opção para gerenciar todo o processo logístico identificando as variáveis, uma vez que o preço, a disponibilidade e a capacidade das transportadoras podem variar muito. Em uma operação logística pode haver, inclusive, mais de um modal de transporte.

O sistema de logística inteligente da RoutEasy fornece análise de resultados e várias formas de lógica de alocação, estoque e logística automáticas para trabalhar e otimizar processos de forma simples e eficaz e reduzir o tempo de entrega.

Compartilhe:

VEJA TAMBÉM:

O papel da inteligência artificial na otimização de entregas

A logística enfrenta um desafio constante: como entregar produtos de forma rápida, eficiente e econômica. Nesse cenário, a inteligência artificial (IA) emerge como uma ferramenta poderosa, revolucionando a maneira como as empresas otimizam suas operações de entrega. Desde a previsão da demanda até o roteamento de veículos, a IA está transformando cada etapa do processo

Curso de roteirização

Curso de roteirização: qual fazer?

No complexo cenário da logística e transporte, a roteirização desempenha um papel central. Para profissionais em busca de aprimoramento nesta área, investir em um curso de roteirização é essencial.  Neste artigo, exploraremos os fundamentos, os benefícios e o conteúdo de um curso de roteirização, oferecendo uma visão abrangente para quem deseja se destacar nesse setor

Saiba como planejar rotas de entregas de maneira eficaz

Como planejar rotas de entregas de maneira eficaz

Com a necessidade de realizar entregas cada vez mais rápidas, é fundamental que as empresas otimizem suas rotas de entrega para garantir um serviço eficiente aos clientes. Mas como planejar rotas de entregas de forma mais eficaz? Neste artigo, você vai entender a importância de um planejamento eficiente de rotas de entrega, os principais desafios

luanatorres

Deixe uma resposta